01/07/2017 Sem Comentários

Está Consumado

ESTÁ CONSUMADO – TETÉLESTAI
As expressões de Jesus:
Por minha causa. A minha casa. Estarás comigo. Não chores. Mais que vencedor. Status de Cristão, mente de ímpio. Maior e menor. A cidade de Deus. Por que me desamparaste? Tempo de agradecer e esperar – 100 anos. O tema de hoje é “Está consumado”.
Jesus não morreu na terra, não morreu no céu. Morreu entre o céu e a terra, para ligar a terra e o céu de novo.
Em momentos marcantes, Deus assina:
Na criação. Gênesis 1:31 e 2:3.
“É muito bom”.
Obra de Mário Gruber Correia, na estação Sé do metrô.
À noite, um inimigo pichou a obra de Deus e estragou a assinatura.
Deus prometeu um Salvador que resolveria o problema causado pelo pecado.
Jesus veio e no Calvário Ele venceu o inimigo. Dentro do tempo, entre a eternidade passada e a eternidade futura, provavelmente este foi o momento mais significativo da história. Era como se fosse a final única do conflito.
“Está consumado”. João 19:30.
Poderia falar ainda de outros 2 momentos quando Deus pronuncia sentenças, como se fossem assinaturas. Uma delas é quando termina o juízo no santuário celestial quando Jesus dirá “Está feito”, Apocalipse 16:17.
A outra acontece quando Deus fizer tudo novo e entregar aos salvos o novo céu e a nova terra, Apocalipse 21:6, “Agora tudo está feito”.
Mas o nosso tema está circunscrito ao “está consumado”, expressão pronunciada por Jesus na cruz.
Foram sete as frases de Cristo na cruz.
Lucas 23:33-34. “Perdoa-lhes”.
Lucas 23:39-43. “Estarás comigo no Paraíso”.
João 19:25-27. “Mulher, eis aí teu filho. Filho, eis aí a tua mãe”.
Mateus 27:46. “Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?
João 19:28. “Tenho sede”.
João 19:30. “Está consumado”.
Lucas 23:46. “Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito”.
Quase todas as pessoas falam alguma coisa na hora da morte.
David HUME, famoso filósofo escocês, cético, gritou: “Estou em chamas”.
Friedrich NIETZSCHE, filósofo e teólogo prussiano que escreveu “a morte de Deus”, disse: “Se realmente existe um Deus vivo, sou o mais miserável dos homens”.
GETÚLIO Vargas, “Saio da vida para entrar na história”.
Meu pai assoviava o hino: “Sob Suas asas estou descansando. Inda que noite confiante eu estou. Sob Suas asas vou sempre abrigado, fui redimido e Seu filho já sou. Descasarei, descansarei, sob Suas asas benditas. Ao Seu abrigo, pois, gozarei, paz e alegria infinitas”.
JESUS Cristo, “Está consumado”.
Jesus não foi um mártir. Ele deu a vida espontaneamente.
João 10:17-18, “Por isso, o Pai me ama, porque eu dou a minha vida para a reassumir. Ninguém a tira de mim; pelo contrário, eu espontaneamente a dou”. Não foi o grito de um homem derrotado, mas o grito triunfante do Filho de Deus, nosso Salvador.
Vamos entender o que Jesus quis dizer quando bradou em alta voz: Está consumado. Tetélestai.
O está consumado de Cristo naquele presente olhava para o passado e para o futuro.
A dívida está paga, permanece paga e para sempre estará paga.
A expressão que Jesus usou foi Tetélestai.
Palavra muito usada nos dias de Jesus. Os arqueólogos descobriram diversos documentos gregos, antigos, contendo a expressão Tetélestai.
Tetélestai, ou está consumado, era uma expressão que fazia parte da vida das pessoas.
O povo comum a usava, os artistas a usavam, os mercadores a usavam, os servos a usavam e mesmo os sacerdotes a usavam.
Vamos ilustrar para facilitar a compreensão:
Os mercadores – se alguém comprasse algo à prestação, quando fizesse o último pagamento, o negociante lhe dava um recibo com a palavra tetélestai, que significava quitado, ou pago completamente.
Poderia dizer que o pecado é o mercador, ou Satanás é o mercador. Mas Jesus pagou a dívida por completo. Significa que a dívida foi completamente paga, ela permanece paga e estará paga para sempre. O que jamais poderíamos fazer, Jesus fez por nós. O sangue de Cristo nos justificou, nos libertou, nos salvou. 2 Coríntios 5:21.
Os artistas – quando um artista terminava uma obra de arte, ele dava uns passos para trás e contemplando sua obra concluída, dizia: tetélestai. Trabalho terminado. Acabei.
Quando Jesus bradou tetélestai, Ele estava dizendo que o quadro estava completo. O Antigo Testamento está repleto de profecias messiânicas. Na cruz o quadro ficou completo. A pintura ficou pronta. As cerimonias se cumpriram, a sombra se encontrou com a realidade.
Os servos – servos e escravos usavam a expressão tetélestai. O servo dizia tetélestai para informar seu senhor que terminara o trabalho completamente. Devemos lembrar que Jesus veio como servo sofredor. Em Filipenses 2:5-8 encontramos Jesus tomando a forma de servo. Na oração sacerdotal Jesus falando com o Pai disse: “Consumei a obra que me confiaste para fazer”. João 17:4.
Os sacerdotes – os sacerdotes gregos também usavam tetélestai quando examinavam o animal que era trazido pelo adorador para sacrifício. Só que os sacerdotes em Israel usavam o equivalente em hebraico e aramaico. João Batista apresentou Jesus como O Corderio de Deus, João 1:29.
Não posso deixar de concluir que Jesus é o sacrifício perfeito. Os inimigos tiveram que confessar, Judas disse ter traído sangue inocente, Mateus 27:4. Pilatos declarou: “Não vejo nele crime algum”, Lucas 23:4.
Observe que a expressão “Está consumado”, era muito usada nos dias de Jesus.
Amados meus:
Todas as profecias do Antigo Testamento se cumpriram em Jesus.
Nenhuma das profecias messiânicas deixou se cumprir.
Agora, vamos para o que isso tem a ver conosco, seus filhos e filhas.
Todos nós tínhamos uma dívida, que não poderíamos pagar jamais.
Jesus veio aqui e pagou por nós, por você e por mim.
Louvado seja Deus.
Veja o que Paulo compreendeu:
Romanos 8:1, “Agora pois, já, nenhuma condenação há, para os que estão em Cristo Jesus.”.
As três cruzes:
E=No pecado. Gestas.
D=Para o pecado. Dimas.
C=Pelo pecado. Jesus.
Significados:
As cerimonias – o véu do santuário. Mateus 27:51-53.
O resgate – Tetélestai. João 19:30.
A expressão “está consumado” é como que a assinatura em uma obra de arte. A escuridão que tomava conta do Planeta se dissipou e só a cruz ficou envolvida em trevas. Do meio da escuridão, Jesus que é a Luz do Mundo, bradou, eu venci, eu consegui, eu comprei de volta o homem para Deus. Está consumado significa que a dívida está paga. Tetélestai significa dívida paga completamente.
A cruz é muito mais que um símbolo do cristianismo. É o símbolo da redenção, da consumação do plano divino de resgate, louvado seja o Senhor!
O inimigo foi vencido e a vitória é nossa. Por isso Paulo afirma que nada pode nos separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor, Romanos 8:39.
O brado de Jesus, Tetélestai foi até o Éden onde Adão e Eva estavam escondidos atrás de uma árvore por causa de seu pecado.
O brado de Jesus, Tetélestai voltou atrás centenas e centenas de anos no mesmo monte Moriá, e respondeu à pergunta de Isaque: onde está o Cordeiro?
O brado de Jesus, Tetélestai foi até o Egito onde muito tempo antes os pais passaram o sangue do cordeiro nos umbrais e vergas das portas para proteger seus filhos, os primogênitos.
O brado de Jesus, Tetélestai veio até aqui onde você e eu estamos e nos resgatou da maldição do pecado.
O brado de Jesus, Tetélestai irá até o último dia, quando o último salvo for resgatado.
O brado de Jesus, Tetélestai irá até a eternidade afora porque a dívida foi paga tão completamente que o pecado não se levantará pela segunda vez, Naum 1:9.
Aleluia!
Tetélestai é: Vitória sobre o pecado. Vitória sobre Satanás. Vitória sobre a morte.
1 Coríntios 15:57, “Mas graças a Deus que nos dá a vitótia por meio de Jesus Cristo nosso Senhor”.

Pastor Stina
Pastor Sênior da Igreja do UNASP-SP
01/07/2017

Deixe um Comentário