14/07/2017 Sem Comentários

Acalma-te, aquieta-te!

Acalma-te, Aquieta-te!
As expressões de Jesus: Por minha causa. A minha casa. Estarás comigo. Não chores. Mais que vencedor. Status de Cristão, mente de ímpio. Maior e menor. A cidade de Deus. Tempo de agradecer e esperar – 100 anos. Está consumado. Hoje: Acalma-te, aquieta-te.
Orar e ler a Palavra:
Marcos 4:35-41, “Naquele dia, sendo já tarde, disse-lhes Jesus: Passemos para a outra margem. E eles, despedindo a multidão, o levaram assim como estava, no barco; e outros barcos o seguiam. Ora, levantou-se grande temporal de vento, e as ondas se arremessavam contra o barco, de modo que o mesmo já estava a encher-se de água. E Jesus estava na popa, dormindo sobre o travesseiro; eles o despertaram e lhe disseram: Mestre, não te importa que pereçamos? E ele, despertando, repreendeu o vento e disse ao mar: Acalma-te, emudece! O vento se aquietou, e fez-se grande bonança. Então, lhes disse: Por que sois assim tímidos?! Como é que não tendes fé? E eles, possuídos de grande temor, diziam uns aos outros: Quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem”?
O milagre foi tão espetacular que os discípulos ficaram extasiados.
Os milagres de Jesus estão agregados em 4 dimensões:
Sobre as forças da natureza.
Sobre as doenças.
Sobre os demônios.
Sobre a morte.
O milagre em pauta aconteceu no Mar da Galileia. Mar de Tiberíades ou Lago de Genesaré. Também conhecido como Kinérete, porque a sua configuração se parece com uma harpa. Pequeno para ser um mar, mas, grande para ser um lago. Mais ou menos 22 km por 12 km.
Como foi aquele dia?
É só olhar o contexto imediato (informações que seguem ou precedem o texto) que é possível perceber. Contexto base (informações que estão no texto) e contexto raiz, ou geral (informações do todo bíblico sobre o tema).
O capítulo 4 de Marcos é o capítulo das parábolas. Todas elas mostram facetas do Reino de Deus.
O semeador, a candeia, a semente e o grão de mostarda.
O semeador = 4 solos diferentes.
A beira do caminho, as aves comeram = Satanás rouba a influência da Palavra.
O solo rochoso = abandonam a Palavra quando vem as primeiras provas.
Entre os espinhos = os cuidados da vida sufocam.
A boa terra = frutos em 30, 60 e 100.
A candeia = é a lâmpada para iluminar a vida dos que creem.
A semente = germina, mas o semeador nem sabe como. Todavia ele colhe.
O grão de mostarda = é a menor das sementes, mas se torna a maior de todas as hortaliças.
Era tarde. O dia estava indo embora. A noite estava chegando.
Ao considerar a história do grande conflito entre o bem e o mal, eu digo que já é tarde. Eu afirmo a você, que já é tarde. A história humana está no seu epílogo. Estamos vivendo a derradeira noite do Planeta Terra. Logo o dia vai raiar. Em breve Jesus voltará.
Vamos para o outro lado. Vamos enfrentar os desafios sem medo. O outro lado pode ser o lado da bênção que nós tanto esperamos. Jesus mandou os discípulos jogarem “a rede do lado direito do barco”, João 21. Resultado: 153 grandes peixes.
Despediram a multidão. Cuidado com cada pessoa, mesmo no meio da multidão. Você e eu não estamos sozinhos no meio da multidão. Deus cuida de cada um de nós como se fôssemos únicos no Universo. A promessa de Jesus é que estará conosco. Ele diz: “E eu, estarei convosco todos os dias, até a consumação dos séculos”, Mateus 28:20.
Entraram no barco como estavam. Jesus nos convida para que entremos com Ele no barco assim como estamos, é a Sua presença que nos santifica.
Jesus chama: “Vinde a mim todos os que estais cansados”, Mateus 11:28.
Vários barcos acompanharam Jesus e Seus discípulos. Muitos desejam nos seguir porque estamos com Jesus. A vida de quem está com Jesus é diferente. As tempestades podem até aparecer, mas Jesus está conosco, Ele é o Deus que controla a natureza.
Levantou-se uma enorme tempestade que quase destruia o barco. As tempestades são comuns no Mar da Galileia, por causa da fenda sírio-africana. Como se fosse uma rachadura na crosta terrestre. Israel fica no centro da chamada “falha Sírio-Africana”, uma grande fenda que se estende por 4,8 mil quilômetros da Síria até Moçambique, na África, em razão de duas placas tectônicas que se separaram há milhares de anos. A falha passa por baixo do Mar Vermelho, do Mar Morto, do Rio Jordão e do Mar da Galileia. É como que uma depressão no Globo terrestre.
Enquanto o Lago Titicaca entre o Peru e a Bolívia está a 3.812 metros acima do nível médio do mar, sendo o lago navegável mais elevado do mundo, o Mar da Galileia está a mais de 200 metros abaixo do nível médio do mar, e o Mar Morto está cerca de 400 metros abaixo do nível médio do mar, considerado o lugar mais baixo da terra.
As tempestades fazem parte da vida de todo ser humano. Nós vivemos sob a égide do Grande Conflito. Em João 16:33, Jesus falou das aflições da vida.
Jesus dormia na popa, na parte traseira, no fundo do barco. Como é possível dormir em meio à tempestade? Jesus estava cansado, mas dormia porque confiava em Seu Pai.
Será que Jesus dormiu porque os discípulos disseram a Ele que não precisavam dele para remar. Fico a pensar: eles devem ter dito: Senhor, o seu negócio é pregar, ensinar e curar. Nós somos os caras do remo, pode descansar. Disso nós entendemos, não precisamos da Sua ajuda. Será que foi isso que aconteceu?
Eu me coloco no lugar deles. Coloque-se também no lugar deles. Será que nós ao desempenharmos nossas funções para as quais estudamos, fomos treinados, nós também não corremos o risco de proceder assim como os discípulos? Senhor, eu sei fazer isso melhor que ninguém, deixa comigo, pode dormir.
Conselho: não deixe Jesus dormir. Por isso Jesus disse: “Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também”. João 5:17.
Um dia desses eu recebi uma mensagem dizendo: pode dormir tranquilo que Deus está acordado.
Os discípulos O despertaram, porque temiam a morte. Lembre-se que Jesus está sempre no barco. Se precisar pode chamar! Não precisamos temer a morte, Jesus venceu a morte.
Jesus repreendeu o vento e disse ao mar: acalma-te, emudece.
O vento se aquietou e fez grande bonança. À voz de Jesus, a natureza se cala.
E Jesus disse aos discípulos: por que sois assim tímidos? Como é que não tendes fé?
Os discípulos estavam atônitos, possuídos de temor.
E perguntavam uns aos outros: quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem?
“Tudo que foi escrito, para o nosso ensino foi escrito”, Romanos 15:4.
?Que lições podemos aprender deste episódio?
O mar é a nossa vida.
Um dia está calmo, outro dia vem a tempestade.
O barco representa nossa travessia.
Com Jesus no barco é mais fácil.
Não podemos duvidar. Devemos exercitar a fé, pois sem fé é impossível agradar a Deus, Hebreus 11:6.
Precisamos nos acalmar. A vida é muito corrida.
“Voltaram os apóstolos à presença de Jesus e lhe relataram tudo quanto haviam feito e ensinado. E ele lhes disse: Vinde repousar um pouco, à parte, num lugar deserto; porque eles não tinham tempo nem para comer, visto serem numerosos os que iam e vinham. Então, foram sós no barco para um lugar solitário”. Marcos 6:30-32.
Eu preciso descansar em Jesus.
Você precisa descansar em Jesus.
Nós precisamos descansar em Jesus.
Vou terminar com uma mensagem escrita pelo apóstolo Paulo:
“Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus”. Filipenses 4:6-7.
Ainda hoje Jesus está dizendo: acalma-te, aquieta-te!!!

Pastor Stina
Pastor Sênior da Igreja do UNASP-SP
15/07/2017

Deixe um Comentário